Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

CONTRASTES (para reflexão)


Ela é grande empresária
Já não anda na rua
Manda sua secretária
Bela em sua indumentária
Pois a proprietária
Não mais anda, flutua!

Lá do seu gabinete
Protegida e mimada
Não comete falsete
Pra comer tem lembrete
Pisa em belo tapete
Nunca é incomodada!

Para amar, paga bem
Ganha até elogios
Faz o que lhe convém
Reclamar?... Ai de quem!
Todos dizem amém
Só comentam seus brios!

Vão-se os anos passando
Hoje milionária
Sua pele enrugando
Ela vai apelando
Vai-se toda esticando
Sofre... Com a faixa etária

Que já lhe enruga o rosto...
E a feliz secretária
Sempre com muito gosto
Tem amigos no posto
Não conhece o desgosto
Como aquela empresária!

Faz da vida uma festa
Não dispensa a cerveja
Não tem rugas na testa
Sua conta é modesta
Tem o amor que lhe presta
E a empresária... Deseja...

Leave your comments
Deixe seu comentário