Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

A QUANTAS ANDARIA EU












A quantas andam minhas ilusões
Se já nem mais eu tenho o que pensar
A quantas andam tantos corações
Que, como o meu, não cessam de amar...


A quantas andam todas as paixões
Que abrasam corações a se queimar
No sobe-e-desce antigo de emoções
Que a todos queimam sem querer queimar!


Não há paixão no mundo ou amor qualquer
Que já não tenha andado à deriva
- Seja coração de homem ou de mulher...


Não há quem não precise de guarida
Do amor e da atenção que lhe vier
... A quantas andaria eu, sem tua vida?


Leave your comments
Deixe seus comentários