Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

domingo, 8 de março de 2015

O BRASIL SE BLOQUEOU

O Brasil se bloqueou!
Nas estradas, caminhões;
Lá nos bancos, os cifrões
Que a justiça já trancou!

Governador de Brasília
Continua com mobília
Mas, teve em uma semana
Dois bloqueios... Sena insana...

Bloqueada a relação
Do Executivo e Congresso!
Bloqueio em nosso futuro
Com mais aumento de juro
A bloquear o progresso!

Bloqueio de telefones...
Querem bloquear os drones...
O negócio é bloquear!

Conversa de congressista
De camelô, de taxista,
De sem teto ou de sem terra...
Em grito alguém alto berra
‘Vou mandar te bloquear’!

Um juiz foi bloqueado
Usou carro do acusado
Que é bloqueado também!

Bloqueio de alguns políticos
Que são ladrões, sifilíticos
(Justiça tarda, mas vem)
Alguns até foram presos
Mas já saíram ilesos (!!!)
Às custas não sei de quê!

Bloqueio na Petrobrás
(Brasil passado pra trás)
Bloqueio do senso crítico
O nome do ex-político
Que ‘nunca sabia de nada’
Eita farsa bloqueada
Que eu não entendo o porquê!

Nunca antes na história
Na história desse país
(É assim que ele diz)
Aquele pernambucano
Cujo nome é fulano
Foi liso e escorregadio!

O orelhinha de abano
‘Nada via, nada vê’
Tinha bloqueado o ouvido
O cabra é muito sabido
Creio eu, creia você!

Está tudo bloqueado
E o país mais enrolado
Estrebucha e ainda luta
Com tanto filho da puta
Tirando a bunda de lado!

Querem bloquear a imprensa
Pra não falar o que pensa
Nos jornais ou na TV
..................................
Mas ainda falta o povo
Fazer um bloqueio novo
Que é: BLOQUEAR O PT!