Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

NOTÍCIAS POPULARES: A BELA da JANELA


O busto da janela é de Bela, e ela...
diverte, mesmo inerte, a quem a veja!
Reluz, se a luz da noite relampeja,
luzindo na moldura da janela!

Desleixo, mão no queixo, casta e bela,
inerte a qualquer flerte que a deseja;
olhar de estontear... nem pestaneja,
ainda que ante a fúria da procela!

Seus lábios de carmim, quais rubras flores,
sugerem aos olhares mil sabores
− um acinte ao recatado homem travesso!

............................................................
E o povo segue os passos do artesão,
que sonha em dar a vida, com sua mão,
ao busto da negrinha... que é de gesso!